Prefeito Padre Gleibson reúne com comunidade rural Esperança Nossa
Publicada em: 12/07/ 2017



Estar próxima das comunidades rurais, mantendo um diálogo e ouvir as demandas para planejar as ações, tem sido um dos objetivos da administração do prefeito Padre Gleibson (PSB), que mais uma vez em visita a Zona Rural do município, se reuniu com a comunidade do Assentamento Esperança Nossa, durante um almoço na sede da Associação.

Acompanhado da sua vice-prefeita, Francisca Ribeiro (PSB), do vereador Laeste Ferreira (PRB), do secretário de Obras, Transportes e Agricultura, Paulo Roberto Rosa, do diretor da pasta, Alexandre Frederico Ahlert e da Consultora de Políticas Publicas do SEBRAE, Elizabete Cerutti, o prefeito ouviu as demandas da comunidade e falou sobre a frente de serviço que está sendo realizada na Zona Rural.

Entre as demandas apresentadas pela comunidade e a principal queixa é a questão do abastecimento de água. “Essa época é um sofrimento pra gente. Pela primeira vez um prefeito depois de eleito nos procura em nossa comunidade para conversar. Esperamos que seja o início de um tempo novo para o povo que sofre. Estamos felizes com a presença do prefeito que veio anunciar a vinda do caminhão pipa para nossa comunidade”, disse a Maria José Cardoso, presidente da Associação.

O prefeito falou sobre as ações e informou aos assentados sobre o cronograma de atendimento na região. “Iniciamos mais cedo o abastecimento com o caminhão pipa por já conhecermos a realidade dessa gente. Nosso desejo é levar água para todas as famílias. Neste primeiro momento estamos apenas com um caminhão, mas aguardamos pela vinda de mais dois através da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS)”, disse.

Outra demanda apresentada pela comunidade foi à abertura de uma vicinal principal dentro do Assentamento, que deve facilitar a circulação de veículos e pessoas. “Para trafegar aqui é preciso adentrar os lotes dos vizinhos e isso dificulta até para o transporte escolar. Queremos que o prefeito nos ajude, abrindo uma vicinal principal”, destacou o assentado, Genivaldo das Chagas.

O secretário Paulo Roberto falou sobre as demandas de serviço com a máquina esteira, além de explanar sobre o patrolamento das estradas. “Estamos atendendo todas as comunidades com um cronograma. Já fizemos regiões vizinhas e também atenderemos a comunidade Esperança Nossa que está no cronograma de execução para derrubada e recuperação das vicinais”, frisou.

A consultora do SEBRAE falou sobre a implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e da importância da legalização da Associação para aquisição de financiamentos e outros benefícios junto aos órgãos públicos. “É importante que todos possuam cadastro, que estejam regularizados para que assim que sair o SIM, as famílias possam ter sua produção comercializada na cidade sem nem uma burocracia”, afirmou.  

 

 ASCOM

Veja mais