Políticas públicas antidrogas foi assunto discutido entre prefeito e secretária de Cidadania e Justiça
Publicada em: 11/07/ 2017



O prefeito Padre Gleibson Moreira (PSB) recebeu em seu gabinete a secretária estadual de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga, na tarde da última segunda-feira, 10. Na ocasião foram apresentados ao gestor os projetos da secretaria para implantação e desenvolvimento das políticas públicas antidrogas por meio de convênio com o município.

A secretária pontuou a importância da comunidade terapêutica, Fazenda da Esperança, situada em Dianópolis no processo de recuperação de dependentes químicos. “Nós temos levado aos municípios propostas de ações preventivas. A Fazenda da Esperança agora com três anos foi possível estabelecermos um convênio para ajuda mensal e também ampliar o número de atendidos” ressaltou.

O prefeito falou do interesse da gestão de colaborar com as ações de iniciativa da secretaria a fim de melhor auxiliar as pessoas em situação de risco. “Da nossa parte temos disposição de caminhar juntos, essa realidade sempre despertou minha atenção porque as drogas destroem muito além do físico, afeta a família e fere os vínculos sociais causando o isolamento da pessoa. Fico muito feliz de saber que desde de 05 de Abril a Fazenda da Esperança está habilitada para fazer convênios com órgãos públicos e este é apenas o primeiro” disse confiante.

 

O superintendente estadual de políticas sobre drogas, José Júnior Américo, também esteve presente e explanou sobre quais são as contrapartidas do municípios para se faça um trabalho contínuo e efetivo.

 

Entrega de equipamentos para a CPP

Também na última segunda-feira, a secretária apresentou ao juiz da comarca de Dianópolis, Manuel de Faria Reis Neto, o projeto do Governo do Estado para implantação de tornozeleiras eletrônicas e fez entrega de veículo, arma e munições para Unidade Prisional de Dianópolis.

A CPP (Casa de Prisão Provisória) recebeu reforça na frota com um furgão-cela, resultado de convênio com o Departamento Penitenciário Nacional, vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. O veículo tem capacitadade para transportar oito presos e a equipe de escolta, é refrigerado e possui tecnologia de monitoramento de som interno e câmara.

 

Foram entregues também armas e munições destinadas ao Estado como doação da Força de Segurança Nacional.

Veja mais