Todo ano, a região Sudeste é a mais castigada do Estado, com o período de estiagem. A prefeitura, está com três caminhões pipas realizando abastecimento das comunidades da zona rural.

Preocupado com a situação, o prefeito Padre Gleibson Moreira, procurou a Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), com a proposta de que o município de Dianópolis, custeie as despesas para abertura de poços artesianos na região, uma vez que a ATS ofereça o equipamento “perfuratriz”.

Na tarde de ontem, em Palmas, o prefeito esteve na sede da ATS, na Capital, onde firmou o compromisso com o presidente da Agência, Rogério Bezerra Lopes, que confirmou a vinda do equipamento para Dianópolis, nos próximos dias.

Em Dianópolis, de acordo com o prefeito, serão perfurados sete postos artesianos, que irão atender as comunidades da zona rural. “Todo ano enfrentamos dificuldades no sertão com escassez de água. O povo sofre demais e diante da situação, temos que buscar parcerias que atendam às necessidades destas famílias. Através do Governo, vamos conseguir abrir sete unidades de abastecimento, que vão ajudar minimizar a situação que é crítica”, disse o prefeito.